Buscar

Transforme lixo em adubo

como fazer compostagem


Basicamente, compostagem doméstica é a transformação do lixo orgânico em húmus, uma espécie de terra bem preta, rica em nutrientes para as plantas. Para isso, é preciso ter uma composteira em casa, que pode ser feita na base do “faça você mesmo” ou comprada pronta. “A melhor composteira é feita com caixas de plástico com tampa, para evitar que insetos e animais indesejados sejam atraídos, além de evitar mau cheiro. Aliás, essa composteira é ideal para quem mora em apartamento”, ensina Ana Paula. Para acelerar o processo de compostagem, Ana Paula recomenda colocar minhocas do tipo californianas na composteira, que se alimentam de resíduos orgânicos – encontradas em lojas especializadas em jardinagem.

O que usar na composteira?


O que se deve jogar na composteira são, basicamente, cascas de frutas, restos de legumes crus, folhas, podas de plantas, guardanapos usados, papel de cozinha, papelão, filtros e borras de café, saquinhos de chá, cascas e caixas de ovos, penas, cabelos e jornal. Comidas estragadas e já cozidas, apenas em pequenas quantidades, por serem resíduos mais difíceis das minhocas digerirem. Para manter a temperatura da terra, é imprescindível que os resíduos sejam cobertos por uma camada de serragem por cima.

São necessárias três caixas de plástico encaixadas uma por cima da outra para uma composteira doméstica, as quais são furadas embaixo para permitir que as minhocas circulem e o chorume, parte líquida da compostagem, desça e fique depositado na parte inferior da composteira. O tamanho vai depender de quão grande é sua família: para um casal sem filhos, caixas de 26 litros já dão conta do recado. Já para uma família de seis pessoas, o ideal é que as caixas sejam de 34 litros.


  • Reduz cerca de 50% do lixo gerado pelas residências. Já no caso das empresas, o índice vai variar de acordo com sua atividade desenvolvida;

  • Alivia a demanda por aterros sanitários, que atualmente se encontram sobrecarregados;

  • Reduz não só a emissão de poluentes, como também o uso de energia no transporte de lixo;

  • Evita a contaminação do solo, dos lençóis freáticos e da atmosfera;

  • Você produzirá fertilizantes de forma natural e gratuita;

  • Ao vê-lo trabalhando com a compostagem, certamente seus vizinhos e amigos também se interessarão;

  • Esta é uma atividade que gera economia. Para as residências, acaba com a necessidade de adquirir adubo para as plantas. Para as indústrias, reduz os custos da coleta de lixo;

  • O adubo gerado pode ser utilizado em jardins e hortas, assim como ser comercializado, sendo mais uma geração de renda para a família;

  • As minhocas que se desenvolvem rapidamente na composteira (minhocas vermelhas) têm um alto valor no mercado;




Endereço

Rua conselheiro Rodrigues Alves - São José dos Campos/SP

Rua Aimorés - Pedregulho Guaratinguetá/SP

Contato

Tel: (12)99779-6835

Email

Recebe novidades e dicas para se tornar mais sustentável